Zia Soares

Encenadora, Atriz
DR
Nacionalidade
AngolaAngola
PortugalPortugal
Nomeação

Zia Soares é uma das atrizes e encenadoras de teatro mais respeitadas, em Portugal e nos PALOP.

É diretora artística do Teatro GRIOT – uma companhia sediada em Lisboa, Portugal, que levou à cena textos de Wole Soyinka, Pepetela, Breyten Breytenbach, William Shakespeare, Lynn Nottage, Al Berto, Jean Genet ou textos inéditos, encenados por Rogério de Carvalho, Zia Soares, Nuno M Cardoso, Bruno Bravo, António Pires, João Fiadeiro ou Paula Diogo.

Zia Soares, primeira mulher negra diretora artística de uma companhia de teatro em Portugal, nasceu no Bié, Angola. Frequentou a Licenciatura de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e o Mestrado de Artes Cénicas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

No início do seu percurso artístico passou pelo ballet e percussão com a Companhia Nacional de Ballet da Guiné Bissau, pelas artes circenses com a Amsterdam Balloon Company, dos Países Baixos, pelo teatro com a Companhia de Teatro “Os Sátyros”, de São Paulo, Brasil e pelo Teatro Praga, tendo sido uma das artistas fundadoras da companhia, desenvolvendo projetos como diretora, encenadora e atriz.

Dos seus mais recentes trabalhos, destaca-se “O riso dos necrófagos” – texto, dramaturgia e direção; “Luminoso afogado” – adaptação, dramaturgia e encenação; e as primeiras performances produzidas e interpretadas exclusivamente por mulheres negras em Portugal – “Gestuário I”, produção INMUNE (Instituto da Mulher Negra em Portugal) e “GestuárioII”, coprodução INMUNE/ BoCA-Biennial of Contemporary Arts – criação e direção.

Trabalha em Portugal, Guiné Bissau e São Tomé e Príncipe.
Colabora em projetos dos artistas visuais Kiluanji Kia Henda, Mónica de Miranda e Neusa Trovoada.